“Melhor chuva de meteoros do ano” ocorre na madrugada


ImagemOs astrônomos amadores têm uma noite de quinta-feira e madrugada de sexta bem cheias. É quando ocorre o pico da chuva de meteoros Geminídeas e a Lua não vai atrapalhar a observação – já que está na fase de Nova. “Astronomicamente, é uma excelente noite para observar o céu”, diz Marcelo Emílio Brüchmann, físico e técnico do laboratório de astronomia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Segundo a Nasa e o site Space.com, esta será a melhor chuva de meteoros do ano.

Segundo Brüchmann, para quem mora em grandes cidades, a chuva é “quase frustrante”. O problema é a poluição atmosférica e, principalmente, luminosa. Contudo, quem estiver no interior, praia e zona rural pode aproveitar mais.

Em condições ideais de observação (com céu limpo e nenhuma poluição, por exemplo), pode-se ver até 120 meteoros por hora. Nas grandes cidades, somente os mais intensos podem ser vistos.

 

Como observar

Por volta da 0h, quando a constelação de Gêmeos (que dá nome à chuva de meteoros) fica visível acima do horizonte (aproximadamente na direção nordeste, em todo o Brasil), já será possível ver os primeiros flashes. Para localizar melhor essa região do céu, ela estará um pouco abaixo das “três Marias” (a constelação de Órion*). Outra referência é o planeta Júpiter, que será o astro mais brilhante na região e estará à esquerda de Gêmeos.

Uma dica: se você quiser ver melhor os meteoros cruzando o céu, o ideal é tentar ficar na posição horizontal. Ao invés de sentar em uma cadeira, use uma espreguiçadeira, por exemplo, ou deite completamente. Binóculos e telescópios não são necessários. Na verdade, eles nem ajudam devido à dificuldade de prever o local onde o meteoro vai passar, já que diminuem o campo de visão.

O que causa a chuva de meteoros

A maior parte dessas chuvas é causada pelo rastro de um cometa. Quando um desses objetos cruza o Sistema Solar, ele deixa uma grande quantidade de detritos por onde passa. Todo ano, quando a Terra atravessa algum desses rastros, os detritos queimam e brilham ao entrar na atmosfera, ou seja, viram meteoros.

Contudo, nas Geminídeas a coisa não é tão simples. O “culpado” pela chuva é um misterioso objeto chamado de 3200 Phaethon. Quando ele está mais próximo do Sol (periélio), apresenta um aumento de brilho como um cometa. Contudo, a sua órbita é característica de um asteroide. Segundo a Nasa, o debate para saber se ele é um cometa ou asteroide é intenso e atualmente ele é considerado um “cometa extinto” – ou seja, sobrou apenas o “esqueleto” rochoso após seu gelo derreter por causa do calor do Sol.

 

* O nome do website OrionNeto é uma homenagem da Constelação de Orion.

 

by Luiz Pinheiro

 

 

 

 

 

FONTE: http://noticias.terra.com.br/ciencia/espaco/melhor-chuva-de-meteoros-do-ano-ocorre-na-madrugada,e03977bfb569b310VgnVCM3000009acceb0aRCRD.html

Curiosidade: O som dos algoritmos de ordenação


Na área de programação, os algoritmos de ordenação são bem importantes. Eles servem para organizar elementos dentro de vetores e outras formas de organização de dados. Existem vários desses algoritmos, variando tanto em complexidade como em eficiência. Os mais conhecidos, ao menos quando eu fazia Ciência da Computação, era o algoritmo de bolha, o de inserção e o de seleção.

Transístor a vácuo supera eletrônica sólida


Transístor a vácuo supera eletrônica sólidaPegando o vácuo

Há cerca de um mês, cientistas causaram sensação ao apresentar um nanotransístor a vácuo, que mais parece uma reinvenção das antigas válvulaseletrônicas.

Parece que a ideia tem sustentação, tendo vindo para ficar.

Agora foi a vez de uma equipe da Universidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos, apresentar a sua versão de transístor a vácuo – já com uma tensão operacional muito mais baixa.

Continuar lendo

Freio wireless para bicicleta: vêm aí ABS e EBD


 

Freio sem fios

Um engenheiro alemão construiu um freio wireless para bicicletas que não é apenas extremamente eficiente, mas também virtualmente à prova de falhas.

Enquanto o conceito de “drive-by-wire” é antigo quando se trata de automóveis – quando os cabos de acionamento são substituídos por fios – a ideia é mais recente no caso das bicicletas.

Mas o professor Holger Hermanns, da Universidade de Saarland, achou que já dava para eliminar também os fios, e resolveu criar o freio wireless – portanto, uma geração à frente dodrive-by-wire.

Segurança máxima

Para isso, além do desafio técnico de construir o próprio freio, ele teve que se preocupar com uma questão fundamental: a segurança. Continuar lendo

10 Fatos extraordinários sobre os sonhos


10. Os cegos também sonham
Pessoas que ficam cegas depois do nascimento podem ver imagens durante os sonhos. As pessoas que nascem cegas não enxergam nada, mas possuem sonhos igualmente vívidos envolvendo seus outros sentidos: audição, olfato, tato e suas emoções. É difícil para pessoas que enxergam imaginar, mas o a necessidade dos sonhos para o corpo é tão forte que os cegos podem virtualmente manipular todas as situações com as quais sonham. » 5 Passos para parar de fumar definitivamente

9. Você esquece 90% dos seus sonhos
Depois de cinco minutos acordados a metade do sonho já foi esquecido. Em 10m, 90% já se foi. O famoso poeta Samuel Taylor Coleridge acordou uma manhã depois de ter um fantástico sonho (possivelmente induzido pelo ópio) e começou a descrever seu “visão em um sonho”, que é um dos poemas ingleses mais famosos: Kubla Khan. Depois de haver escrito 54 linhas ele foi interrompido por um visitante indesejado. Samuel retornou ao seu poema, mas não pode lembrar o resto de seu sonho. O poema nunca foi concluído.

Curiosamente o autor Robert Stecenson inventou a história do Doutor Jeckyll e Sr. Hyde enquanto estava dormindo. Frankenstein, de Mary Shelley, também foi filho de um sonho da autora.

Continuar lendo

Fotógrafo capta explosão de cores em detalhes de aranhas e moscas


Usando lentes Macro, americano Thomas Shahan surpreende com imagens de artrópodes

Um fotógrafo americano capturou detalhes de diversos artrópodes em imagens que mostram formas complexas e as cores características dos animais. Munido de uma câmera digital comum e de lentes macro, Thomas Shahan fotografa diferentes espécies de animais minúsculos, Continuar lendo